Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2008

Modéstia à parte, é um dom que eu tenho — passe a humildade

Porque é que quando alguém se vai gabar começa por dizer «Não é para me gabar...»?

 

Não é para me gabar, mas isso é contradição em que nunca caio (até porque estou sentado no chão).
Marcadores: ,
publicado por Brockston Über Alles às 18:44
link do post
Sexta-feira, 15 de Fevereiro de 2008

Inteligência emocional

Gosto daquelas pessoas que dizem que não comemoram o dia dos namorados porque «o dia dos namorados é todos os dias». Acho-os muito à frente. «Estou? Amor? Olha, hoje não vamos poder estar juntos. É dia dos namorados e nós somos mais inteligentes que os outros. Não chores... Vá, sê forte. Grande abraço. Chau.» E ainda dizem que o romantismo morreu.
Marcadores: ,
publicado por Brockston Über Alles às 13:38
link do post
Quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2008

O contrário de solidão sai caro

Mas agora a sério, hoje é um dia especial. É o dia em que ninguém dorme sozinho. Eu pelo menos sei que não vou dormir sozinho. Vou às meninas. Sim, a todas. Como o meu pai me costumava dizer, «Brockston, filho, tens muito amor para dar, não o gastes todo no mesmo sítio.»
Marcadores: ,
publicado por Brockston Über Alles às 16:21
link do post
Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008

Dedicado às senhoras que neste momento estão atrás de mim

Como é do conhecimento público, eu adoro mulheres. Até aqui, tudo bem. O Brockston é cá dos nossos. Sensível, compreensivo, com abdominais estilo barra de chocolate, enfim, o pacote complexo. Mas senhoras, vocês sabem (ou deviam saber) que não se podem juntar muitas no mesmo sítio. Vocês falam, falam, falam, até as nossas orelhas derreterem numa poça de cera coalhada. O que me faz pensar que, se calhar, foi por isso que Deus inventou o fellatio.
E não aceito que me acusem de misoginia. Eu não sou misógino. Sou filósofo. Preciso da minha audição. Sobretudo para me OUVIR PENSAR!
A sério, vocês falam francamente alto. E em demasia. De resto, sois perfeitas. Os vossos seios — geniais. Vagina? Obra de arte. Encarem isto como uma crítica destrutiva. Poder às mulheres. Viva o aborto. Mas baixinho. Obrigado.
Marcadores: ,
publicado por Brockston Über Alles às 19:13
link do post

Goodfellas



Alguém me sabe dizer o que é que o Ray Liotta foi fazer ao Prós e Contras?
Marcadores: ,
publicado por Brockston Über Alles às 10:13
link do post
Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2008

D'ZRT 4 ever

Ouvi dizer que o concerto de despedida dos D'ZRT foi fabuloso. Diz que entraram no palco a fazer rapel, que cantaram e dançaram, e que para o grande final acenderam os paus de dinamite que traziam no rabo e explodiram no ar como pinhatas mexicanas, fazendo chover rebuçados de todas as cores e feitios, e uma ou outra carcaça. Enfim, uma noite inesquecível.
Marcadores: ,
publicado por Brockston Über Alles às 20:23
link do post
Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2008

Dupla penetração

Há duas coisas que eu gosto de fazer no fim-de-semana: sexo e passear de carro. Este domingo resolvi fazê-las simultaneamente. Fui ao shopping e fodi dois lugares.
Marcadores: ,
publicado por Brockston Über Alles às 16:01
link do post
Domingo, 10 de Fevereiro de 2008

Obesidade mórbida

Por trás de cada gordo esconde-se um ser humano terno e sensível, embora seja mais frequente encontrá-lo por baixo.
Marcadores: ,
publicado por Brockston Über Alles às 21:31
link do post
Sábado, 9 de Fevereiro de 2008

Homem invisível

Este Carnaval mascarei-me de homem invisível. Os meus amigos convidaram-me para uma festa e eu não apareci.
Marcadores: , ,
publicado por Brockston Über Alles às 16:05
link do post
Segunda-feira, 4 de Fevereiro de 2008

A boa publicidade faz pensar

O BANIF tem um novo anúncio de que gostei particularmente. Começa com um homem em tronco nu montado num cavalo que corre velozmente através duma planície. Depois, homem e cavalo entram num estábulo de onde saem fundidos numa épica criatura, metade homem metade cavalo. Num centauro, portanto. E eu pus-me a pensar que, se o 50 Cent se fundisse com um cavalo, daria um bicho que era meio homem, meio cavalo, e todo gorila. Um gorilotauro, portanto. Mas posso-me ter enganado nas proporções.
Marcadores: ,
publicado por Brockston Über Alles às 23:32
link do post
© 2008 Brockston Über Alles. Todos os direitos rebarbados.

dantes é que era

links

pesquisar neste brockston

 

subscrever feeds

blogs SAPO