Sexta-feira, 29 de Fevereiro de 2008

«Não deixe que a pobreza se transforme em paisagem»

Um sem-abrigo que costumo prendar com cascalho avulso encontra-se neste momento a degustar uma bruta francesinha na esplanada dum restaurante que não frequento por considerar caro. Perante tal situação posso reagir de três maneiras distintas: 1) espero que ele termine a refeição e salto dum arbusto, parando-lhe a digestão a meio; 2) fico feliz por o meu dinheiro ter sido bem empregue, surpreendendo-o com um pequeno martelo de bolso; ou 3) pago-lhe a refeição, dou-lhe com a máquina do multibanco na gengiva, e depois ponho-me a andar.
Decisões.
publicado por Brockston Über Alles às 14:12
link do post
2 comentários:
De Clara Umbra a 29 de Fevereiro de 2008 às 13:07
Nada disso. Pague-lhe mais dez francesinhas e, no fim, ofereça-lhe uma bolachinha de menta. É um clássico absoluto, resultados explosivos.
De Moyle a 29 de Fevereiro de 2008 às 15:26
então o melhor é dar a bolachinha e desatar logo a fugir

Comentar post

© 2008 Brockston Über Alles. Todos os direitos rebarbados.

Génio Atormentado




Coluna desnecessária

dantes é que era

links

pesquisar neste brockston

 

subscrever feeds

blogs SAPO