Sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2008

Lixo

Enquanto vasculhava contentores de lixo municipais — vocês sabem quais, aqueles grandes e verdes que têm bons artigos para a casa —, reparei que todos eles têm uns caracteres à frente que, ao embaterem na córnea dum literato, soletram «Afixação Proibida. Infracção Punida Pela Lei.» Deixem-me ver se entendi bem. A infracção é que é punida pela Lei? Basicamente, o que isto nos está a dizer é: Afixem merdas aqui. Vocês não serão punidos pela Lei, mas as merdas que vocês afixarem, ui, essas não viverão para ver outro dia.

E já agora, quem é a Lei? Tenho para mim que a Lei é o Rambo. Um gajo afixa uma cena num contentor e salta de lá de dentro o Rambo, como que impelido por uma mola de masculinidade comprimida; depois, com uma metralhadora em cada mão e dois cintos de balas a tiracolo, grunhe: «Surpresa, suas infracções de merda! Vocês aí fora podem ser os maiores, mas aqui dentro eu é que sou a Lei.» É claro que não se ia entender nada (teria de haver legendas), porque o Rambo tem a boca (e o cérebro) todos tortos e tudo o que ele diz (e pensa) sai deformado. Mas eu acho que as metralhadoras falariam por si.
publicado por Brockston Über Alles às 11:03
link do post
2 comentários:
De Moyle a 8 de Fevereiro de 2008 às 19:17
Lei era o tio-avô do Super Homem, ainda no planeta Kripton. Um tipo lixado, mau como as cobras e com tão mau feitio que era o único da família que não usava as cuecas fora das calças, isto só para vocês terem noção do que era este "menino".
De Paula a 11 de Fevereiro de 2008 às 13:28
E a faca.
Não te esqueças da faca. O Rambo andava sempre com uma no cinto.
Para o caso de ter os olhos tortos e disparar na direcção errada.
Bjs!

Comentar post

© 2008 Brockston Über Alles. Todos os direitos rebarbados.

Génio Atormentado




Coluna desnecessária

dantes é que era

links

pesquisar neste brockston

 

subscrever feeds

blogs SAPO