Terça-feira, 22 de Janeiro de 2008

Ruído castanho

Hoje apercebi-me que os quartos de banho são estruturas arquitectónicas acusticamente afinadas para amplificar as frequências sonoras que produzimos quando estamos a responder ao repto da Mãe Natureza — frequências essas que deviam era ser abafadas. Até porque, se uma pessoa quisesse dar um concerto, ia ao Coliseu ou assim, e cobrava bilhete.
Marcadores: , ,
publicado por Brockston Über Alles às 00:00
link do post
8 comentários:
De delacroix a 22 de Janeiro de 2008 às 00:18
Só para me situar: isso foi antes ou depois da cena do escritório?!

DeLacroix

De Brockston Über Alles a 22 de Janeiro de 2008 às 00:24
Durante.
De Clara Umbra a 22 de Janeiro de 2008 às 01:37
Lá está... o rabinho. Tarda, mas não falha. Chegou a marcar aquela consulta com Freud?
De Paula a 22 de Janeiro de 2008 às 09:32
Realmente, agora que falas nisso, é verdade.
Nunca me tinha dado conta deste aspecto negativo dos W.C.'s.
A culpa é do Governo.
Só pode.
Bjs!
De Maria Albertina a 22 de Janeiro de 2008 às 23:14
Já pensou que muito daquilo que se faz no "Coliseu ou assim" é muito parecido com o seu ruído castanho?
De Brockston Über Alles a 22 de Janeiro de 2008 às 23:28
A Maria Albertina está a subestimar o talento musical do meu cocó. Não volte a fazer isso, por favor. Ele pode ser uma merda, mas tem sentimentos. E uma forte apetência musical, como já referi.
De Maria Albertina a 22 de Janeiro de 2008 às 23:46
Peço perdão ao seu cocó, que, acredito, estará bem acima de alguns ruídos que se fazem "no coliseu ou assim".
De Brockston Über Alles a 23 de Janeiro de 2008 às 11:43
Aceito, em nome do meu cocó, o seu pedido de perdão.

P.S.: Você está-lhe a dar com o «Coliseu ou assim», não está?

Comentar post

© 2008 Brockston Über Alles. Todos os direitos rebarbados.

Génio Atormentado




Coluna desnecessária

dantes é que era

links

pesquisar neste brockston

 

subscrever feeds

blogs SAPO