Segunda-feira, 21 de Janeiro de 2008

Rebanho, onde estás?

Não vejo um corno sem os meus olhos.
Marcadores: ,
publicado por Brockston Über Alles às 12:27
link do post
5 comentários:
De Paula a 21 de Janeiro de 2008 às 13:01
Isso geralmente costuma acontecer a toda a gente.
Chegamos a casa e deixamos os olhos espalhados por qualquer lado e depois, é isto...
Bjs!
De Clara Umbra a 21 de Janeiro de 2008 às 23:12
Penso que se enganou no título do post e trocou duas letras: não queria dizer "rabinho, onde estás?"
Parece-me mais adequado à area da realidade na qual habitualmente se move...
De Brockston Über Alles a 22 de Janeiro de 2008 às 21:36
Falso. A área da realidade onde habitualmente me movo é a vagina.
De Clara Umbra a 22 de Janeiro de 2008 às 22:06
Ovo... vagina... isso não era no Império dos Sentidos? Está outra vez a viajar na ficção?
De Brockston Über Alles a 22 de Janeiro de 2008 às 22:21
É possível. Eu gosto bastante de viajar.

Comentar post

© 2008 Brockston Über Alles. Todos os direitos rebarbados.

Génio Atormentado




Coluna desnecessária

dantes é que era

links

pesquisar neste brockston

 

subscrever feeds

blogs SAPO