Terça-feira, 15 de Janeiro de 2008

Ruptura

A melhor decisão que tomámos foi seguirmos cada um o meu caminho.
Marcadores: ,
publicado por Brockston Über Alles às 23:09
link do post
11 comentários:
De Maria Albertina a 16 de Janeiro de 2008 às 00:36
Que falta de personalidade a dela! Não tem medo que ela se farte?
De Brockston Über Alles a 16 de Janeiro de 2008 às 10:58
Se eu fosse um gajo ordinário diria que não, tenho medo que ela se farpe.
De Paula a 16 de Janeiro de 2008 às 10:02
E fizeram bem. Porque o que é dela é teu e o que é teu é teu.
Adivinhei?!
Bjs!
De Brockston Über Alles a 16 de Janeiro de 2008 às 10:59
Estamos a falar da minha mão, certo?
De Clara Umbra a 16 de Janeiro de 2008 às 14:16
Hipótese A: Ou a dissolução seguida de solução.
«Mundo mundo vasto mundo / se eu me chamasse Raimundo / seria uma rima, não seria uma solução.»
Hipótese B: Não há esquizofrenia que não dê em ditadura.
Hipótese C: Não há dita dura que não dê em esquizofrenia quando a fome não dá em fartura.
De Brockston Über Alles a 16 de Janeiro de 2008 às 14:54
Ia-lhe recomendar que lavasse a boca com lascívia, mas vejo que já fez isso. I like.
De Clara Umbra a 16 de Janeiro de 2008 às 15:04
Sim e também uso fio dental. Para experiências mais radicais, fio eléctrico. É sempre um bom condutor.
De Brockston Über Alles a 16 de Janeiro de 2008 às 15:09
Eu uso dois Pedros Lamys (têm de ser dois porque o Pedro é pequenino) presos por um cordel. Perde-se em sensualidade, mas ganha-se em condutância.
De Clara Umbra a 16 de Janeiro de 2008 às 15:16
Compreendo, devem fazer um bom trabalho nas preliminatórias. A grelha de partida deve ficar em brasa. Pneus para chuva, suponho?
De Brockston Über Alles a 16 de Janeiro de 2008 às 15:31
Para mulher, percebe muito de desportos motorizados. Estou impressionado.
De Clara Umbra a 16 de Janeiro de 2008 às 19:11
Habitue-se, eu não sou uma mulher comum. Primeiro vai estranhar (não, não vou recorrer ao gasto slogan pessoano), depois vai ficar viciado. Cuide-se. No meu fundo pode ler-se "tomar em proporções razoáveis, causa dependência". E nem lhe digo onde é que esse fundo fica.

Comentar post

© 2008 Brockston Über Alles. Todos os direitos rebarbados.

Génio Atormentado




Coluna desnecessária

dantes é que era

links

pesquisar neste brockston

 

subscrever feeds

blogs SAPO