Segunda-feira, 14 de Janeiro de 2008

Luiz Pacheco (homenagem póstuma depois da morte do próprio)

A mesma história de sempre: perdeu-se o escritor, ganhou-se um leitor.
Marcadores:
publicado por Brockston Über Alles às 10:25
link do post
3 comentários:
De Clara Umbra a 14 de Janeiro de 2008 às 13:03
Caríssimo,
Subscrevo - dois leitores. Não sei se conhece o "epitáfio" que o arrebenta publicou nas vicentinas no dia 6 de Janeiro sobre o Luiz Pacheco; by the yes and by the no, aqui vai o link(http://asvicentinasdebraganza.blogspot.com/2008/01/um-impossvel-epitfio-para-luiz-pacheco.html).
De Paula a 14 de Janeiro de 2008 às 15:02
Pois que o sr. já morreu há uns dias e ainda não me dispus a procurar um livrito dele para ler.
Vale a pena?
Diz, que eu adoro ler.
Bjs!
De o idiota a 14 de Janeiro de 2008 às 21:41
Vale sempre a pena ler, quanto mais não seja para descobrir que não vale a pena ler.

(Nunca li nada dele)

Comentar post

© 2008 Brockston Über Alles. Todos os direitos rebarbados.

Génio Atormentado




Coluna desnecessária

dantes é que era

links

pesquisar neste brockston

 

subscrever feeds

blogs SAPO