Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2008

Sexo consensual: uma maldição

Todas as tentativas que empreendi no sentido de violar mulheres fracassaram. Elas não me resistem.
Marcadores: ,
publicado por Brockston Über Alles às 14:53
link do post
8 comentários:
De Paula a 10 de Janeiro de 2008 às 16:09
Bem, tens três opções: ou viras celibatário, ou viras padre (única maneira de virares celibatário sem te chamarem de maluco. Mas só por respeito à profissão e não por não acharem que és maluco) ou, last but not least, viras para o inimigo e começas a tentar violar homens.
Bjs!
De Brockston Über Alles a 10 de Janeiro de 2008 às 20:11
A primeira opção é demasiado drástica; a segunda, demasiado eclesiástica; e a terceira, demasiada ginástica.
De Margarida Lobo a 10 de Janeiro de 2008 às 17:49
Ou talvez gostem de ser violadas: demasiado Tolstoi na educação (guerra e paz, pás! pás!).
De Brockston Über Alles a 10 de Janeiro de 2008 às 18:05
Detesto defender a honra das minhas piadas (sobretudo porque ela não existe), mas, como gosto de si, cá vai: é claro que elas gostam de ser violadas - pelo Brockston, ton! ton!
De Margarida Lobo a 10 de Janeiro de 2008 às 19:36
Oh! perdão... Muito agradeço a excepção que abriu! Estava, claramente, a sobrevalorizar o poder de Tolstoi em detrimento do de Brockston. Permita-me até a cedência ao popular "Ah! leão!" − julgo que se adequa.
De Maria Albertina a 10 de Janeiro de 2008 às 18:53
E já experimentou com mulheres de menos de setenta anos?

(Parabéns pelo blogue!)

Maria Albertina
De Brockston Über Alles a 10 de Janeiro de 2008 às 19:48
Isso foi um convite?

(Obrigado!)

À sua inteira disposição,
Brockmeister
De Maria Albertina a 10 de Janeiro de 2008 às 20:19
Se fosse um convite, a sua maldição não ficaria resolvida, pois não?
E o que eu quero é mesmo ajudá-lo.
Mestre...

Atentamente,
Maria Albertina

Comentar post

© 2008 Brockston Über Alles. Todos os direitos rebarbados.

Génio Atormentado




Coluna desnecessária

dantes é que era

links

pesquisar neste brockston

 

subscrever feeds

blogs SAPO