Segunda-feira, 27 de Agosto de 2007

Correio do transeunte

Às vezes as pessoas vêm ter comigo e perguntam-me, "Brockston, como é que consegues ser tão engraçado? Qual é o teu desodorizante? Porque é que o usas?" Há muitos livros sobre humor, desde os mais filosóficos aos mais úteis. Mas nós não precisamos deles para nada. Ler não tem piada nenhuma. Nunca vi ninguém a pôr uma plateia a rir dizendo "Vou ler." Até porque as plateias são essencialmente cadeiras e as cadeiras, como é do conhecimento geral, têm um sentido de humor bastante limitado. Na verdade, é muito simples: penso numa coisa sem graça, e digo o contrário. Dou um exemplo: "Foi a última vez que comi tacos" versus "Foi o último taco que comi vezes." Como vêem é fácil. Agora esqueçam isto, para não me roubarem o protagonismo. Obrigado. Quanto à segunda pergunta, não uso desodorizante. E talvez aí resida o odor corporal da questão.
publicado por Brockston Über Alles às 14:05
link do post
3 comentários:
De carlos a 28 de Agosto de 2007 às 19:16
Isso é porque nunca falaste à mesa...
De Alff a 2 de Setembro de 2007 às 22:28
Fazer tentei eu isso, e piada nenhuma tem!

Será por ser eu?
De Brockston Über Alles a 3 de Setembro de 2007 às 09:54
É provável muito.

Comentar post

© 2008 Brockston Über Alles. Todos os direitos rebarbados.

Génio Atormentado




Coluna desnecessária

dantes é que era

links

pesquisar neste brockston

 

subscrever feeds

blogs SAPO