Sábado, 21 de Outubro de 2006

Crime de colarinho rosa

Ontem o meu colarinho foi endireitado por outro homem. Fiquei tão perturbado que tive de ir a correr ver um filme do Bruce Willis.</p>
publicado por Brockston Über Alles às 11:04
link do post
2 comentários:
De Mário Almeida a 24 de Outubro de 2006 às 01:30
Não é isso. :-)

Pensei que era outra coisa.
Pensei que era uma referência a um post do maradona.

"No inicio deste ano, não sei se já aqui referi, prometi a mim mesmo dar-me um presente: partir os cornos a alguém. Não faltanto matéria prima, candidatos é que nem vê-los. As pessoas, quer-me parecer, têm medo de mim. Ainda hoje, de cabelo acabadinho de rapar, coloquei em respeito um Volkswagen Golf inteiro atulhado de meninos da Policia do Exército. Queriam estacionar onde passa o eléctrico, com o pretexto que estavam em "em serviço". Um deles, o mais alto, perguntou-me "quem é que" eu era. Apesar de ter um blogue, respondi que "ninguém". Mas acrescentei um "porquê" ao mesmo tempo que avançava dois passos na direção do jumento, o que produziu o efeito Bruce Willis esperado. Meteu o rabinho entre as pernas, penetrou no veículo e, argumentando com os seus colegas, em modo 'alta voz', que não queria "arranjar chatices com palhaços", arrancou dali para fora."
De Mário Almeida a 22 de Outubro de 2006 às 23:45
Teria sido por alguém que apesar de escrever num blog, não é ninguém ?

Comentar post

© 2008 Brockston Über Alles. Todos os direitos rebarbados.

Génio Atormentado




Coluna desnecessária

dantes é que era

links

pesquisar neste brockston

 

subscrever feeds

blogs SAPO